Leia "O Relato de Um Homem Supersticioso", de Thomas Hardy

Thomas Hardy foi um dos maiores escritores da era vitoriana. Uma de suas principais características era o seu apego ao folclore de sua Dorset natal. A região, que antes da unificação da Inglaterra fazia parte do reino de Wessex, é rica em superstições e lendas fantasmagóricas.

Thomas Hardy se baseou nas lendas locais do vilarejo de sua infância para escrever o pequeno conto “O Relato de um Homem Supersticioso”.

A linguagem do conto tem um vocabulário e uma sintaxe simples. Isso reflete o tipo de narrador da história e mostra qual era a sua classe social. Thomas Hardy fez esta opção pois dava protagonismo para os camponeses e para a gente comum em suas narrativas.

A história do conto é uma história dentro de outra história. Ou seja, um homem narra o causo para outros durante uma viagem de carruagem pelo interior da Inglaterra no século 19. O contador do causo é um homem que foi informado sobre os eventos que aconteceram na vila durante sua ausência. Aproveitem a leitura e até breve!

 

BAIXE GRATUITAMENTE O CONTO!

1 comentário

  • Ansiosa para receber o livro.

    Ana Guimaraes

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados