A Dama Pé de Cabra

 

Alexandre Herculano foi um dos maiores representantes do romantismo em Portugal, junto de Camilo Castelo Branco. Nascido em Lisboa no ano de 1810, é hoje considerado o maior escritor de romances históricos de Portugal, o que quer dizer que seus livros geralmente eram ambientados no período medieval e em momentos épicos da história do país.

O conto que vocês estão prestes a ler, “Dama Pé de Cabra”, foi originalmente publicado por Alexandre Herculano em 1851 numa coletânea chamada “Lendas e Narrativas”. Este conto revela a face negra do autor, e reproduz, em um contexto lusitano, o tom tenebroso do gótico inglês, repleto de obscuridade, vozes, sombras misteriosas e transfigurações tenebrosas. 

Optamos por fazer poucas alterações no texto e quase nenhuma adaptação, mesmo que muitas das palavras estejam atualmente em desuso ou sejam pouco conhecidas. Talvez a leitura não seja muito fácil para alguns que não estejam acostumados com o português europeu de viés mais arcaico, mas certamente vai proporcionar um verdadeiro mergulho no lado sombrio da Idade Média de Portugal e uma experiência diferenciada se comparada a um texto mais prosaico e de fácil acesso. Este resgate será feito através do texto original, escrito pelo mestre do romantismo português que tanto inspirou e influenciou romancistas brasileiros, como por exemplo José de Alencar. Para quem prefere ler com música de fundo, sugerimos a audição da playlist no Spotify elaborada exclusivamente para este conto, que vai ajudar na ambientação medieval e na construção do clima à medida que a história avança.

 

BAIXE GRATUITAMENTE O CONTO!